BLOG Tecnofit

Como montar um box de cross training?

Confira todas as dicas para montar seu box, do planejamento às previsões de resultado, e fique por dentro do que vai precisar para fazer um espaço que proporcionará aos alunos senso de comunidade, melhora do condicionamento físico e bem-estar.

Como montar um box de cross training

O ano de 2022 trouxe muitas mudanças no mundo dos negócios, e o retorno às atividades regulares pós-pandemia é um ótimo momento para implementar novas tendências no segmento fitness. Se você planeja inovar e quer saber como montar um box de cross training, estamos aqui para te ajudar!

O cross training é uma modalidade fitness de alto rendimento que alia ganho de força e aumento da capacidade cardiorrespiratória, com treinos variados que cativam alunos de todos os nichos e idades. Justamente por isso, o segmento se consolidou no Brasil, tornando-se uma opção muito rentável e promissora.

Aqui, no nosso blog, você confere todas as dicas para montar seu box, do planejamento às previsões de resultado, e fica por dentro do que vai precisar para fazer um espaço que proporcionará aos alunos senso de comunidade e valorização do seu aprimoramento físico e seu bem-estar.

Partiu conferir um resumo básico do conteúdo de hoje?

  • Quais os requisitos básicos para abrir um box de cross training
  • Como montar um box (aqui falaremos sobre localização, documentação, equipamentos, time de colaboradores, gestão, programação de aulas e marketing)
  • Qual o tamanho ideal do box?
  • Quanto custa a montagem e qual o faturamento estimado desse negócio fitness?

Bastante coisa, né? Mas antes de continuar a leitura, preciso te dar um recado importante. Recentemente, oferecemos uma masterclass com quase 2 horas de conteúdo gravado. Quem liderou esse encontro e compartilhou dicas incríveis para ajudar no crescimento de boxes foi a Samantha Viana, CEO da CFP9.

Ao longo deste texto, você poderá conferir alguns insights valiosos dados por ela, mas se quiser saber mais sobre o assunto, aproveite para se inscrever em nosso canal do YouTube. Lá, você terá acesso à aula completa ou, se preferir, poderá consumir a masterclass em pílulas para assistir quantas vezes quiser.

Então, chega de enrolação e vamos às informações que você veio buscar aqui hoje!

Quem pode abrir um box de cross training?

Atualmente, no Brasil, todo estabelecimento fitness precisa cumprir com os requisitos estabelecidos pelo CREF, e isso inclui contar com a presença obrigatória de um Educador Físico com registro ativo, podendo ser o próprio gestor ou um dos instrutores presentes no horário de funcionamento do box.

Como montar um box de cross training?

Preparamos um guia com 8 pontos principais para montar um box qualificado e aproveitar o rendimento desse segmento que está em alta no Brasil, aproveitando o retorno às atividades presenciais e a vontade renovada do público de continuar cuidando da própria saúde.

1. Crie o projeto do seu box de cross training

O projeto inicial é uma chave fundamental para o sucesso da sua empresa. O Sebrae já apontou, no estudo Causa Mortis, que o planejamento prévio e a elaboração de um bom plano de negócios são fatores determinantes para a consolidação de um negócio.

Um bom projeto inicial para seu box deve considerar, além dos pontos comuns a qualquer empresa, as peculiaridades da atividade fitness e os cuidados específicos que treinos de alto rendimento demandam do box e de seus profissionais.

Um plano de negócios bem estruturado deve considerar elementos essenciais à abertura de todo empreendimento, como:

  • sumário executivo (tributação, fonte de recursos, dados da empresa e do empreendedor);
  • plano operacional, plano financeiro e plano de marketing;
  • estudo de mercado, avaliações de estratégia e de diferentes cenários.

A esses quesitos se somam características exclusivas do setor fitness – como prover documentação e licenças apropriadas – e custos específicos de modalidades de alto rendimento, como capacitação dos instrutores para orientar uma gama variada de movimentos, e a utilização dos equipamentos voltados para os exercícios específicos da atividade.

2. Procure pelo espaço ideal

Parte relevante do plano de negócios é o estudo detalhado da região e do público local, bem como a existência de empresas concorrentes, e do tipo e tamanho da demanda pelo serviço.

A partir desses aspectos, procure um espaço que comporte a estrutura de um box de cross training, não esquecendo que a modalidade combina vários segmentos fitness diferentes, e seu local precisa estar pronto para sustentar essa variedade.

Na escolha do local, considere três aspectos primordiais:

  • Localização: bom fluxo de público e disponibilidade de estacionamento, vizinhança segura, presença de estabelecimentos que sejam chamariz de novos clientes; lembre-se que esses elementos podem influenciar no valor do aluguel do espaço;
  • Estrutura geral: comum a todos estabelecimentos fitness, como recepção, banheiros e vestiário, isolamento acústico, iluminação e ventilação;
  • Estrutura específica: na prática do cross training há exercícios que envolvem cargas elevadas que causam grande impacto no solo, e que usam aparelhos específicos que demandam boa fixação em paredes e vigas; certifique-se que a estrutura seja suficientemente forte para evitar danos ou lesões.

3. Reúna a documentação e licenças

Primeiramente, informe-se sobre as exigências burocráticas municipais e estaduais para se abrir uma empresa na sua cidade.

Providencie documentos como Alvará de Funcionamento, Certificado de Conformidade com as normas do Corpo de Bombeiros e registro da Vigilância Sanitária, que devem estar atualizados e visíveis, preferencialmente na recepção do estabelecimento. Não esqueça de dispor de um exemplar do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Busque também a regularização do box junto à Receita Federal e à Previdência Social, além do Conselho Regional de Educação Física (CREF) que, como mencionamos, exige a presença de pelo menos um profissional com Certificado ativo.

4. Busque os equipamentos necessários

Depois de regularizar seu espaço perante a administração pública, chegou a hora de pensar em como equipar o box adequadamente, para atender a variedade de exercícios propostos pelo esporte.

Disponha de estruturas para segmentos variados, como Levantamento de Peso Olímpico (LPO), movimentos de pliometria e de ginástica, aparelhos para exercícios cardiorrespiratórios e espaço para corrida (que, de acordo com a cultura da modalidade, pode ser em ambiente externo).

Um box bem equipado deve contar, em número condizente com a capacidade de alunos por aula, com os seguintes equipamentos:

  • barbell (barra olímpica masculina/feminina e barra técnica);
  • anilhas (de 1 a 25kg);
  • presilhas;
  • bastão (madeira ou PVC);
  • kettlebells (6 a 24kg);
  • dumbbells (8 a 25 kg);
  • medicine balls (8 a 20 lbs);
  • box pliométrico (20 e 24 pol);
  • racks para barbell e rig ginástico acoplados à parede;
  • argolas olímpicas e cordas de escalada bem fixadas ao teto;
  • máquina de remo, air-bike e sky-erg;
  • cordas Speed-Rope;
  • corda naval;
  • elásticos, colchonetes e acessórios para aquecimento, alongamento e recovery.

Não há nenhuma obrigatoriedade em disponibilizar cada um dos aparelhos citados, mas considere que os alunos darão preferência a um box melhor equipado, para potencializar os ganhos físicos do esporte e melhor se aproximarem da prática do crossfit, muitas vezes inacessível devido ao valor alto do ticket médio da marca.

5. Contrate pessoal qualificado

A prática de treinos funcionais de alto rendimento, como o cross training, já foi alvo de crenças que a associavam à ocorrência frequente de lesões variadas.

Graças ao bom trabalho de coaches e Educadores Físicos, comprometidos com a ética profissional e com a saúde de seus alunos, essa percepção vem se enfraquecendo cada vez mais, e os professores e gestores da área podem afirmar claramente que a prática é tão segura quanto qualquer outro esporte de alto rendimento.

Pensando nisso, tenha cuidado redobrado e faça uma seleção criteriosa dos instrutores que atuarão no seu box. Sua responsabilidade como gestor fitness abrange o compromisso com o bem-estar, a saúde e a integridade física do aluno.

Para além da escolha de coaches experientes, reflita sobre a contratação desses profissionais. Se você havia pensado em contratá-los como horistas, saiba que esse tipo de contrato pode interferir na conexão dos profissionais com o box e também pode colocar a sua agenda de clientes em risco. Lembre-se que a identificação com os coaches está entre os fatores que interferem na fidelização dos alunos. Dito isso, vale apostar no modelo CLT de trabalho.

6. Prepare a gestão do seu box de cross training

Sabemos que uma gestão eficiente é indispensável para alcançar resultados e potencializar os lucros da empresa. Gerenciar finanças, cuidar de quadro de funcionários, da fidelização de planos de clientes, planejar aulas, e ao mesmo tempo conciliar vida pessoal a tudo isso requer um esforço sobre-humano.

Então, por que não contar com uma ferramenta que facilite a sua gestão, permitindo que você controle todos os setores da empresa – da recepção às finanças, do CRM ao marketing – de forma simplificada?

O Tecnofit Box é um sistema de gestão feito por um time de pessoas apaixonadas e especialistas na modalidade. Não à toa, é a solução número 1 para boxes de CrossFit e cross training, pois atende a todas as necessidades específicas desse segmento.

Como montar um box de crosstraining?

 

Para que você consiga fazer uma gestão eficiente, manter-se atualizado nas áreas que estão relacionadas à empresa é cada vez mais importante. Para isso, é possível recorrer a cursos de especialização alinhados com as necessidades atuais do mercado, como os oferecidos pela Conquer, uma das instituições mais lembradas quando se fala em educação. Clientes Tecnofit possuem 30% de desconto em diversos conteúdos que abordam marketing, vendas, liderança e produtividade.

7. Crie a agenda de aulas

Planejar adequadamente o cronograma de aulas é um quesito muito importante para fortalecer a imagem do box perante o público.

O Head Coach do box, junto dos demais coaches, é responsável por planejar a agenda de treinos alinhada à proposta do esporte, que procura variar constantemente o estímulo, a intensidade e os grupos musculares trabalhados, de acordo com os objetivos da aula e de cada aluno.

Tendo um plano de aulas robusto à sua disposição, os coaches conseguirão oferecer uma experiência diferenciada para os alunos no momento do treino, sem ficarem restritos ao que está escrito no quadro dentro do box nem fazendo mudanças de última hora na programação.

8. Faça o marketing para cross training

Invista no marketing para seu box, combinando estratégias do marketing digital aos modelos tradicionais.

Marque presença nas redes através de tráfego pago e destaque-se nas redes sociais. Crie conteúdo de qualidade em um blog ou site próprio, para engajar clientes e tornar seu box uma referência no segmento fitness.

Por falar em se tornar uma referência, também é essencial encontrar uma diferenciação para o seu box, permitindo que os clientes se conectem com a sua marca. E esse “fator uau” deve estar presente em todos os aspectos, do primeiro contato telefônico ao prêmio oferecido ao aluno que completou 1 ano dentro do box.

Qual o tamanho ideal para um box de cross training?

É preciso considerar algumas variáveis para calcular o tamanho ideal para seu box. A mais relevante é a quantidade de alunos que se pretende atender por aula.

O tamanho ideal da área de treino, que comporte os equipamentos necessários para a aula e garanta segurança e conforto ao aluno, fica entre 4 e 6 metros quadrados, com piso emborrachado de qualidade.

Avalie a altura disponível no local. Para fixar cordas de escalada de maneira segura, é bom dispor de 4,5 a 5 metros. Se você não dispõe dessa altura, considere 3,6 metros como valor mínimo aceitável.

Por fim, use a média de alunos atendidos por dia para planejar o tamanho ideal de banheiros, vestiário e estacionamento.

Quanto custa para montar um box de cross training?

O custo dos aparelhos para montar um box bem equipado é flexível, e depende do tamanho do projeto, que será determinado pelo tamanho do público que se quer atrair.

Gastos com estrutura, folha de pagamento, manutenção e demais itens comuns aos estabelecimentos fitness são muito similares, oscilando de R$ 35 mil a R$ 100 mil.

O grande diferencial está no custo dos equipamentos. Em média, aparelhos utilizados no cross training custam menos do que aparelhos de academias tradicionais.

Marcas licenciadas, como a Cross Nutrition Box, têm planos com investimento a partir de R$ 30 mil, para espaços menores. Para um box maior e mais equipado, os valores podem chegar a R$ 150 mil.

Qual o faturamento de um box de cross training?

Levando em conta um ticket médio de R$ 180 e uma taxa de matrícula de 200 alunos, distribuídos em grades diárias com dez horários, o faturamento chega a R$ 36 mil mensais, com médias de lucro de 35%, ou mais.

Resumindo os aprendizados de hoje

O mercado fitness brasileiro é um dos mais ativos do mundo. A procura por atividades de alto rendimento ou que mudem a rotina das academias tradicionais, tornam o segmento do cross training um investimento promissor, rentável e de público cativo.

O retorno às atividades após a pandemia e o interesse em se manter em movimento criam um momento ideal para montar seu box.

Lembre-se: nosso YouTube está recheado de conteúdo voltado para quem quer fazer o seu box decolar, seja você um iniciante neste mercado ou alguém que está dando os primeiros passos em cross training. Não deixe de acessar para conferir as dicas da Samantha Viana.

Para ajudar nesse projeto de abertura do box de cross training, conte com o Tecnofit Box, um software que combina gerenciamento administrativo com planejamento dos treinos, acompanha a evolução de cada aluno e reforça o senso de responsabilidade da sua marca com os clientes.

Aproveite para fazer um teste gratuito e conhecer melhor todas as funcionalidades da ferramenta.

Por hoje é isso. Espero que o conteúdo tenha te deixado mais preparado(a) e confiante para abrir um box de crosstraining e ter muito sucesso nesta empreitada. Semana que vem, segunda e quarta, tem conteúdo novo por aqui. Até logo!

Marcadores:

Deixe um comentário

Faça seu cadastro, teste e comece a impulsionar seus resultados!
Preencha seus dados e um dos especialistas da Tecnofit entrará em contato o mais rápido possível para uma demonstração.
hbspt.forms.create({ region: "na1", portalId: "5857780", formId: "aadf95cf-2dc8-4535-9e07-5a23bc8fefa3" });

05 de julho às 14h.  Transmissão AO VIVO

Como fazer o aluno se apaixonar pelo seu studio: técnicas que ninguém nunca te contou. Confira dicas práticas com Rossana Fetter, especialista que já impulsionou centenas de Studios Fitness através do encantamento!