homem se exercitando em academia

Uma coisa é fato: após meses de isolamento, cada vez mais pessoas vão buscar por atividades físicas. Além disso, vemos uma tendência onde a saúde e o bem-estar estão no centro das preocupações. Por isso, vamos te mostrar o passo a passo de como abrir uma academia e ter sucesso nesse empreendimento.

Como abrir uma academia?

Existe uma série de mitos sobre como abrir uma academia no Brasil e, entre outras coisas, pretendemos desmistificar essas questões aqui também.

A primeira delas é sobre apenas profissionais formados em educação física poderem abrir uma academia. Isso não é verdade! Obviamente que é preciso ter profissionais com essa formação em uma academia, principalmente os professores, mas não existe a obrigatoriedade do empreendedor ser formado nessa área.

Para abrir uma academia e ter sucesso, o profissional precisa ter conhecimentos de negócios, finanças, marketing, etc. Porque, assim como qualquer empresa, um negócio fitness precisa trazer lucro para o empreendedor. Agora veja o passo a passo para alcançar esse objetivo!

Crie um plano de negócios

Basicamente, um plano de negócios é um documento que detalha os objetivos de uma empresa e, principalmente, os passos que devem ser dados para alcançar esse objetivo.

Essa é uma forma de mapear possíveis erros e obstáculos sem necessariamente precisar errar na prática. Em outras palavras, o plano de negócios é um estudo de viabilidade.

Nesse plano, o empreendedor que deseja abrir uma academia deve levar em consideração o mercado, a concorrência, o serviço que será oferecido, público-alvo, preços, custos e despesas, capital de giro, etc.

Para criar esse documento, responda perguntas como as seguintes:

  • Quais são os objetivos e metas da minha academia?
  • Quais serão os custos com equipamentos, aluguel, funcionários, luz, água e internet?
  • Existe demanda para uma academia nesta região?
  • Quais as características do meu público-alvo?
  • Qual é o capital de giro necessário para fazer o negócio funcionar?
  • Qual será o diferencial da minha academia?
  • Quais serviços serão oferecidos?

Faça uma pesquisa de mercado

Esse é o momento de fazer uma pesquisa profunda de público-alvo, concorrência, região, etc.

Por exemplo, de acordo com os serviços oferecidos pela sua academia, quem é o público que ela vai atrair? Jovens? Idosos? Mulheres? Você precisa saber isso.

Outra coisa super importante é conhecer a região onde a academia será aberta, porque não é viável inaugurar uma academia em um bairro pequeno que já possui outras três academias.

E, além de analisar a concorrência, também é preciso analisar o poder de compra da população local. Se for um bairro mais humilde, onde as pessoas pagam pouco por serviços, não faz sentido abrir uma academia boutique, onde a mensalidade pode passar dos R$200.

Durante sua pesquisa de mercado, tente responder a estas perguntas:

  • Qual a faixa etária das pessoas que contratarão o meu serviço?
  • A minha academia será para um público específico? Qual?
  • E a classe econômica? Quanto estão dispostos a pagar?
  • O que elas gostariam de encontrar no meu estabelecimento?
  • Já estão sendo atingidas pelos concorrentes?
  • Qual o diferencial da concorrência? O que eu posso fazer de melhor?

Levante os documentos necessários

Para abrir qualquer empresa no Brasil é preciso lidar com muita burocracia, para abrir uma academia não seria diferente. No entanto, com os documentos certos em mãos, esse processo pode ficar menos moroso.

Para regularizar a sua academia, você vai precisar realizar a inscrição na prefeitura da sua cidade, na Receita Federal e na Previdência Social, além do Conselho Regional de Educação Física (CREF).

Outro ponto importante é enquadrá-la como prestadora de serviços de atividades desportivas. Para montar uma academia é preciso ir no Cartório de Registro de Pessoa Jurídica e levar a documentação necessária, que pode variar de estado para estado:

  • Contrato social,
  • Cópia do RG e do CPF;
  • Requerimento padrão (capa da junta comercial);
  • Ficha de cadastro nacional (FCN) modelos 1 e 2 e taxas pagas através de DARF;

Os documentos acima não são todos os necessários, mas normalmente são pedidos em todos os estados.

Depois que a academia for registrada, o empreendedor receberá um NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresa) e deverá registrá-lo no site da Receita Federal. Com o NIRE é possível ir até a prefeitura da cidade, conseguir o alvará de funcionamento e montar a academia.

Não se assuste com todas essas informações e documentos, realmente, é bastante coisa! O ideal é que você contrate um contador para te ajudar nesse processo burocrático.

Procure o local ideal

Para montar uma academia você precisa, no mínimo, um local com 250m² de espaço físico. Esse é o espaço ideal para uma academia pequena/média, de forma que alunos e professores conseguem se deslocar pelo ambiente tranquilamente.

Não existem regras de locais dentro da academia, mas pense que ela precisará ter uma área para recepção, uma sala administrativa, espaço para musculação com aparelhos, vestiários amplos e com armários (feminino e masculino), sala de professores, etc.

Além disso, o local ideal também deve ser em uma região onde há demanda por academias. Como dissemos anteriormente, abrir uma academia em um bairro que já tem várias não é um negócio vantajoso.

Assim como abrir uma academia em uma área pouco povoada também pode ser ruim, já que dificilmente as pessoas vão se deslocar de outros bairros para treinar. Veja se existem pontos de ônibus próximos, estacionamentos, restaurantes, lojas, etc.

Identifique os equipamentos necessários

Você pode optar por comprar equipamentos novos ou, pelo menos no início, comprar equipamentos de segunda mão, como esteiras usadas. Mas independente do equipamento ser novo ou usado, ele deve ser de boa qualidade e estar em bom estado de conservação.

Os equipamentos comprados vão depender dos serviços oferecidos em sua academia, mas estes são comuns a quase todos os estabelecimentos:

  • Esteiras;
  • Bicicletas ergométricas;
  • Halteres;
  • Colchonetes;
  • Caneleiras;
  • Bancos;
  • Barras;
  • Pesos livres;
  • Leg press;
  • Cordas;
  • Espelhos.

Dependendo do tamanho e serviços da sua academia, essa lista pode ser bem maior. Em média, uma academia de pequeno/médio porte precisa investir R$90 mil em equipamentos para começar a operação.

Busque profissionais certos

Como dito anteriormente, o empreendedor não precisa ser formado em Educação Física, mas precisa ter profissionais da área em sua academia. Afinal, sem formação em Educação Física e registro no CREF, não é possível exercer a profissão de personal trainer.

Ao montar uma academia, o quadro de funcionários deve contar com recepcionista, faxineiro e professores de musculação e aulas oferecidas. Dependendo do tamanho da empresa e do volume de alunos, outros profissionais podem ser fundamentais, como um analista administrativo, por exemplo.

Faça o marketing da sua academia

Aqui entra aquela velha máxima: quem não é visto, não é lembrado! Mesmo antes da inauguração, você precisa criar ações de marketing para atrair alunos e pessoas interessadas para sua academia.

Desde ações de marketing de relacionamento até marketing no Instagram, você tem várias possibilidades. O importante é conhecer o seu público-alvo e encontrar os melhores caminhos para chegar até ele.

Em um mundo cada vez mais conectado, é inviável que você tenha sucesso sem presença digital. Por isso, investir em anúncios de Facebook e Instagram segmentados por região também é importantíssimo para o lançamento do seu empreendimento.

Leia também: Dicas de Marketing Digital para usar em sua academia

Otimize os processos

Não podemos abraçar o mundo, nem nos dividirmos em 3, por isso é fundamental otimizar processos para ganhar tempo.

Por exemplo, algumas atividades não podem ser automatizadas, como a elaboração de treinos. Porque isso exige um raciocínio humano, que entende a necessidade de cada aluno e a especificidade de cada exercício.

Por outro lado, o controle financeiro, o controle de entradas e saídas, envio de e-mails, etc podem ser automatizados para que o empreendedor ganhe horas em seu dia.

A melhor forma de otimizar processos é contando com um sistema de gestão específico para academias, como o Tecnofit Gym.

O Tecnofit Gym é um sistema de gestão desenvolvido para proporcionar uma gestão sem complicações para as academias. Com ele, você consegue ter uma visão completa de tudo o que acontece na sua empresa, de maneira prática e fácil.

Gerencie desde a gestão financeira até a entrega do seu serviço, passando pela avaliação de professores e comissionamento de recepcionistas.

Qual o investimento para abrir uma academia?

Como dito anteriormente, uma academia de pequeno/médio porte investe, em média, R$90 mil só em equipamentos. No entanto, se for uma academia de grande porte, esse valor pode duplicar.

Além de equipamentos, abrir uma academia envolve outros gastos, como aluguel de espaço, regularização do negócio, contratação de funcionários, campanhas de marketing, etc.

Especialistas estimam que, para abrir uma academia de médio porte, o empreendedor deve dispor de pelo menos R$165 mil para investir. Esse é um valor estimado, porque pode variar de cidade para cidade, dependendo do custo de vida na região.

Quanto ganha por mês um dono de academia?

Como quase tudo na vida: depende.

No mundo das finanças existe um termo conhecido como pró-labore, que é quanto o dono de um negócio vai ganhar em sua empresa. Não existe valor mínimo para isso, depende da empresa.

Naturalmente, no início do empreendimento esse pró-labore vai ser menor. E não serão raros os meses que nem esse pró-labore será alcançado. No entanto, com o crescimento da academia, é natural que esses ganhos cresçam.

O consultor especialista em academias Herbert Oliveira diz que uma boa margem de lucro para as academias é de 20%. Então, de acordo com a quantidade de alunos e a precificação praticada em sua academia, é possível alcançar ganhos superiores a dois dígitos.

O valor recebido ao final de um mês para um dono de academia vai depender do funcionamento do negócio, número de alunos, custos e receitas do negócio, margem de lucro e vários outros fatores.

Quais os riscos de abrir uma academia?

Basicamente, o mesmo de todo e qualquer negócio. No entanto, seguindo todos os passos acima, a probabilidade de algo dar errado é menor.

Por exemplo, se o plano de negócios e o estudo de mercado forem bem feitos, dificilmente você vai cair no erro de abrir uma academia em um bairro sem demanda desse serviço.

Assim como contar com um sistema de gestão para profissionalizar a academia e profissionais competentes, vai aumentar a retenção de alunos e dificultar uma evasão em massa.

No entanto, assim como a maioria dos negócios, uma academia está exposta a fatores externos, como uma crise econômica no país ou pandemia global. Cabe ao dono do negócio se reinventar e descobrir formas de criar uma comunidade engajada.

Conclusão

Abrir uma academia é um ótimo negócio para empreendedores que desejam ter sucesso financeiro. No entanto, não é um jogo para amadores, deve ser feito com muito estudo e pesquisa. E aí, você está pronto para abrir a sua academia?

Texto produzido e revisado por: Christian Aguilera, Analista de Conteúdo na Tecnofit.

 


Deixe um comentário

Faça seu cadastro, teste e comece a impulsionar seus resultados!
Preencha seus dados e um dos especialistas da Tecnofit entrará em contato o mais rápido possível para uma demonstração.
hbspt.forms.create({ region: "na1", portalId: "5857780", formId: "aadf95cf-2dc8-4535-9e07-5a23bc8fefa3" });

O segredo de quem conseguiu preencher seu Studio de
alunos - inclusive nos horários menos disputados