Dicas essenciais para o planejamento de aula de dança

A modalidade pode ficar muito mais segura, eficaz e motivadora a partir de um planejamento das aulas. Saiba como fazer isso!

planejamento de aula de dança

Mais do que uma modalidade fitness, a dança é uma manifestação cultural que envolve ritmo, consciência e expressão corporal, movimento e diferentes sentimentos. No entanto, para que uma escola ou academia possa operar de forma sustentável, é necessário um planejamento de aula de dança. 

Assim como qualquer outro negócio no segmento, as aulas de dança devem ser estruturadas com objetivos específicos e acompanhamento de resultados da evolução dos alunos, a fim de garantir a excelência na experiência e motivação constante. 

Pensando nisso, preparamos, neste artigo, uma série de dicas sobre como fazer um planejamento de aula de dança e manter os alunos motivados durante a prática. Continue acompanhando para saber mais!

Por que é importante o planejamento de aulas de dança?

Entre tantas razões, o planejamento de aula de dança é fundamental para garantir uma estrutura organizada e eficiente de ensino e mensuração de resultados. 

Em outras palavras, para a evolução do espaço fitness e dos alunos nessa modalidade, é preciso construir diretrizes, objetivos, e acompanhá-los de forma constante em busca dessas metas. 

Abaixo detalhamos outros motivos pelos quais é preciso implementar um planejamento de aula de dança na sua escola ou academia. Confira!

Garantia de que as aulas serão mais seguras e eficazes

Parte fundamental do planejamento de aula de dança é conhecer o perfil dos alunos: suas expectativas, limitações, dificuldades e habilidades técnicas. Com isso, os instrutores podem identificar e mitigar potenciais riscos, garantindo que os alunos aprendam e executem os movimentos corretamente, evitando lesões. 

Criar aulas envolventes e inspiradoras

Para que os alunos permaneçam inspirados e motivados a participarem das aulas de dança, é preciso estruturar desafios constantes, porém acessíveis e divertidos. E isso pode ser feito de acordo com um planejamento com objetivos, indicadores de resultados e medição da evolução e da percepção dos alunos. 

Atender as necessidades dos alunos

Ao conhecer os alunos e entender suas expectativas é possível usar o planejamento de aula de dança para personalizar a experiência de acordo com as necessidades, interesses e limitações de cada cliente. Isso também ajuda a garantir benefícios que potencializam a satisfação dos alunos na sua academia ou escola de dança. 

Como fazer o planejamento de aulas de dança?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a importância de um planejamento de aula de dança, que tal colocar essa estratégia em prática? Abaixo detalhamos um passo a passo com as principais etapas para realizar um plano efetivo.

Defina os objetivos da aulas

O primeiro passo é saber onde você pretende chegar com as aulas de dança. Por exemplo, o foco é em habilidades técnicas referentes à modalidade, expressão artística e cultural, condicionamento físico, resistência, ou então uma combinação de todas elas?

O objetivo da aula é o que vai direcionar o planejamento de aula de dança. E uma dica aqui é apostar em um objetivo SMART: específico, mensurável, atribuível, realista e temporal.

Seleção de estilo de dança

Se a sua escola ou academia oferece mais de um estilo de dança, no planejamento de cada aula também é indicado selecionar qual será o estilo da vez, para que seja possível estruturar os próximos passos desse plano. 

Nível de habilidade

Conforme abordado anteriormente, conhecer os perfis dos alunos também ajuda a entender o nível de habilidade de cada um. E essas informações vão contribuir com o planejamento da aula de dança a fim de nortear a modalidade de acordo com os conhecimentos e limitações dos participantes. 

Seleção das músicas

A seleção do estilo e objetivos da aula também vão ajudar a planejar as músicas a serem trabalhadas durante toda a experiência. E, como parte do planejamento, também é possível deixar algumas playlists prontas para determinada característica de aula. 

Estrutura da aula

O planejamento de aula de dança também envolve a preparação do que será realizado durante todo o tempo da aula. Ou seja, se a aula dura em média uma hora, é preciso organizar os movimentos, técnicas e exercícios a serem feitos nesse período. 

A estrutura de uma aula de dança pode variar de acordo com o estilo, nível de habilidade, objetivos dos alunos e metodologia dos instrutores. No entanto, há um esqueleto que pode ser adaptado para diferentes contextos, conforme abaixo:

Aquecimento adequado

Antes de iniciar as técnicas de dança em si, é indicado planejar uma sequência de aquecimento para preparar os músculos e articulações. Além de incorporar exercícios específicos do estilo de dança, o aquecimento também pode contemplar: corrida no lugar, giro vertebral ativo em pé, flexões de joelho, entre outros movimentos. 

Alongamento

Parte do aquecimento também deve ser dedicada para o alongamento de todas as partes do corpo, focando em áreas relevantes para o estilo de dança a ser praticado na sequência. O alongamento pode incluir, pelo menos, os braços, pernas, coluna, quadril e pescoço. 

Técnica

Em seguida, normalmente as aulas são destinadas ao ensino ou revisão da técnica básica relacionada ao estilo de dança em questão. Depois das combinações e sequências, deve ser a parte da aula que mais demanda tempo. 

A estrutura de técnica pode envolver exercícios específicos, como posicionamento dos pés, movimentos fundamentais ou elementos característicos do estilo.

Combinações e sequências

Para tornar a aula mais desafiadora e envolvente, são realizadas combinações e sequências de movimentos que os alunos irão aprender e praticar. Essas combinações podem progredir em complexidade à medida que a aula avança.

Coreografia – quando necessário

Se o estilo da dança em questão envolve o ensaio e prática de coreografias, é este o momento de realizar as sequências. A dica é dividir a coreografia em pequenas partes para facilitar o aprendizado. E repeti-las até que os alunos consigam decorá-las. 

Dica – Improvisação

Como parte do planejamento da aula de dança é indicado incentivar a improvisação. Ou seja: destinar parte da aula para que os alunos experimentem movimentos de acordo com sua criatividade e expressão corporal. 

Em estilos de dança mais contemporâneos, essa parte da aula é especialmente relevante!

Resfriamento

Chegando ao final da aula, busque conduzir uma sequência de exercícios para resfriamento do organismo, com o objetivo de relaxar os músculos, diminuir o batimento cardíaco e proporcionar uma transição mais suave para a conclusão daquele momento. 

Em geral, o resfriamento envolve movimentos de alongamento e outros exercícios mais suaves. 

Encerramento

Para concluir a aula, é indicado um momento de reflexão e gratidão pelo aprendizado e experiência compartilhada naquele momento. Lembre-se de agradecer aos alunos pela presença e incentivar a prática contínua. Se apropriado, forneça informações sobre futuras aulas ou eventos, entre outras informações da escola ou academia de dança. 

Colete feedbacks dos alunos

Conforme citamos anteriormente, essa sequência de estrutura de aula é apenas uma indicação que pode ser adaptada a diferentes estilos e contextos. No entanto, para que seja possível realizar um planejamento de aula de dança eficiente para os alunos da sua academia, é essencial coletar a percepção dessas pessoas.

Isso pode ser feito por meio de feedback orgânico sobre como foi a aula: se eles se sentiram à vontade, conseguiram acompanhar os movimentos, se tiveram alguma dificuldade, por exemplo. Ou é possível criar formulários para que os alunos respondam de acordo com suas opiniões. 

Os resultados de uma pesquisa de avaliação são fundamentais para a base do planejamento da aula de dança seguinte, buscando promover a melhor experiência possível aos praticantes! 

Dicas para motivar os alunos

E falando na melhor experiência possível, destacamos abaixo mais algumas dicas para o planejamento de aula de dança envolvente, que motive os alunos e, consequentemente, contribua com os índices de fidelização da sua escola ou academia de dança. Saiba mais!

Crie aulas temáticas

Que tal explorar diferentes temas e eventos comerciais – como Natal, Halloween, Festa Junina, Carnaval, entre outros? Nesses momentos, a música, os movimentos e a atmosfera geral seguem um tema específico, proporcionando uma experiência única. Você também pode convidar os alunos a usarem vestimentas temáticas para potencializar o engajamento!

Música ao vivo

Talvez não seja viável para a sua escola ou academia convidar músicos para todas as aulas de dança. No entanto, com um planejamento em mãos é possível escolher datas especiais para esse atrativo, proporcionando uma experiência ainda mais imersiva e diferenciada aos participantes.

Incentivo à participação em apresentações ou competições

Assim como box de CrossFit são conhecidos pela criação de competições, academias de danças costumam realizar apresentações em momentos específicos do ano – como no final de um ciclo, para que os alunos possam colocar em prática o aprendizado em contextos públicos. 

Crie um ambiente positivo

Por meio de todas as dicas citadas neste artigo é possível investir em iniciativas que ajudem a criar uma atmosfera acolhedora e positiva, onde os alunos sintam-se confortáveis e motivados a se expressar livremente através da dança, independentemente do nível de habilidades e conhecimento técnico. 

Comunique-se de forma motivacional

O planejamento de aula de dança também pode ser estendido à forma como seu estabelecimento se comunica com os alunos. A dica aqui é usar uma linguagem positiva e motivadora durante a aula, reforçando o progresso dos alunos e incentivando o esforço contínuo.

Celebre as conquistas individuais

Se você acompanha o Blog da Tecnofit sabe o quanto reforçamos a importância de acompanhar os resultados do aluno e do negócio, a fim de reconhecer e celebrar as conquistas individuais. 

Essa é, certamente, uma estratégia que impulsiona a motivação nas aulas de dança, seja para aprender um novo movimento, melhorar a técnica ou demonstrar confiança no palco.

Ofereça feedback personalizado

Por meio do acompanhamento dos resultados e evolução dos alunos também é possível oferecer feedbacks personalizados, destacando as habilidades positivas e incentivando a melhoria contínua em oportunidades de desenvolvimento. 

Crie uma comunidade envolvente

E, por fim, invista em ações que contribuam com a criação de uma comunidade dentro e fora do seu estabelecimento, onde os alunos tenham orgulho de pertencer! Por meio dessa comunidade, eles podem compartilhar apoio, conquistas e criação de laços. Uma dica para potencializar esse movimento é por meio das redes sociais da sua escola ou academia. 

Esperamos que essas dicas tenham contribuído com a criação do planejamento de aula de dança do seu espaço. E que, com isso, os resultados dos seus alunos e do seu negócio sejam potencializados! 

Para mais dicas sobre como melhorar processos e estratégias de empreendimentos fitness, continue acompanhando os conteúdos da Tecnofit no site e nas redes sociais. 

Planejamento de Aula de Dança
Faça seu cadastro, teste e comece a impulsionar seus resultados!
Preencha seus dados e um dos especialistas da Tecnofit entrará em contato o mais rápido possível para uma demonstração.
hbspt.forms.create({ region: "na1", portalId: "5857780", formId: "aadf95cf-2dc8-4535-9e07-5a23bc8fefa3", onFormSubmit: function($form) { var alunos = $('select[name="n_mero_de_alunos"] option:selected').val(); var segmento = $('select[name="selecione_seu_segmento"] option:selected').val(); setTimeout( function() { if(segmento == 'Estúdio' ){ if(alunos == 'Até 20 alunos') { window.location.href = "https://site.tecnofit.com.br/50_tnks"; } else if(alunos == '21 a 50 alunos') { window.location.href = "https://site.tecnofit.com.br/50_tnks"; } } }, 500 ); // Waits 1/2 second to redirect. } })