Como aproveitar a tecnologia para envolver e reter alunos

Posts

»

Como aproveitar a tecnologia para envolver e reter alunos

A pandemia do coronavírus impactou diretamente o setor fitness e mudou a maneira como as pessoas se exercitam.

 

A transformação digital dominou o ambiente fitness por meio de exercícios virtuais, equipamentos domésticos conectados, rastreadores de condicionamento físico e aplicativos de fitness.

 

Com isso, a demanda por tecnologia de fitness explodiu. A Allied Market Research relata que o mercado global de fitness trackers, ou os chamados, rastreadores de atividades foi avaliado em US$17,9 milhões em 2016 e deve atingir US$62,1 milhões em 2023, com um CAGR de 19,6%.

 

Da mesma forma, a Valuation Reports projeta que o mercado global de aplicativos fitness aumentará de US$3,3 milhões em 2019 para US$13 milhões em 2025, com um CAGR de 25,6%.

 

À medida em que as academias navegam pelas novas realidades de ofertas omnichannel e pela oferta generalizada de exercícios em casa, a tecnologia fitness se posiciona para impulsionar os negócios, tanto dentro quanto fora das academias.

 

Estrategicamente, essa abordagem faz muito mais do que simplesmente rastrear métricas, mas também encoraja o retorno e aumenta o envolvimento e retenção dos clientes.

 

“Agora, mais do que nunca, muitos consumidores são qualificados em todos os tipos de dispositivos e ferramentas de rastreamento para monitorar seu progresso”, observa Sara Kooperman, CEO da SCW Fitness Education. “É extremamente importante que as academias utilizem a tecnologia de rastreamento para competir com esses avanços tecnológicos e o crescente mercado de exercícios domésticos.”

 

Ao invés de ver os rastreadores fitness e aplicativos como seus concorrentes, as academias devem adotar soluções de tecnologia complementares que agreguem valor, aprimorado por meio de uma maior orientação personalizada, interpretação especializada e motivação poderosa.

 

Mais do que monitorar

 

Mike Leveque, CEO para as Américas e COO do Grupo Myzone, acredita que as academias precisam adotar essa tecnologia ou podem correr o risco de perder clientes:

 

“Vendo como a pandemia agiu como um acelerador para a adoção de uma abordagem híbrida para ofertas presenciais e fora da academia, agora é mais importante do que nunca agregar valor à experiência quando um cliente treina fora do seu espaço “, diz ele.

 

“Se a academia não fornecer uma plataforma diferenciada, o aluno desenvolverá um relacionamento com outra marca, enfraquecendo assim sua relação com a academia.”

 

As plataformas Myzone e Polar Club empregam o rastreamento de treinos para educar e incentivar os praticantes de exercícios físicos, ao mesmo tempo que preparam os instrutores para oferecer suporte personalizado, modificações e progressões.

 

Os alunos usam monitores de frequência cardíaca nas aulas de grupo ou sessões de treinamento em pequenos grupos (SGT), e o feedback em tempo real – incluindo frequência cardíaca, porcentagem da frequência cardíaca máxima, nível de intensidade e calorias queimadas. Os exercícios em casa podem garantir a experiência da academia via MZ-Remote.

 

Aproveitando ao máximo os rastreadores de atividades

 

O Newtown Athletic Club (NAC) instalou monitores Myzone em todo seu espaço físico de mais de 76 mil metros quadrados e executa vários desafios por ano para clientes e colaboradores, incentivando a prática da atividade física para todos:

 

“A Myzone sempre foi muito focada em ajudar as academias a engajar e reter clientes, e elas continuam a lançar novos recursos que nos fazem parecer mais experientes em tecnologia, isso vai agregando mais valor ano após ano”, disse Kate Golden, diretora de operações de saúde e bem-estar no NAC.

 

Além disso, o aplicativo Myzone estimula a conexão com a academia, incentivando os usuários a transmitirem seus esforços ao vivo em qualquer lugar, além da possibilidade de revisar seus dados de registro de atividades, verificar seu status em uma tabela de classificação, receber mensagens de instrutores e participar de uma comunidade.

 

Esses sistemas de monitoramento alavancam o que tornou os rastreadores e aplicativos de fitness tão populares: o apelo universal dos dados pessoais.

 

Para os clientes que fazem exercícios em casa, os treinadores podem usar o Polar Coach para registrar os dados dos treinos, criar exercícios personalizados, avaliar os níveis de atividade diária, revisar relatórios de treinamento e muito mais.

 

Tanto o Myzone quanto o Polar se integram a aplicativos populares de terceiros, incluindo Apple Health e Google Fit, para tornar mais simples para os consumidores verem suas métricas abrangentes e fornecer informações adicionais para profissionais de fitness.

 

Ferramentas do instrutor

 

Há outras ferramentas de tecnologia valiosas para os treinadores oferecerem planos personalizados, conduzir sessões individuais, acessar dados de atividades abrangentes e fornecer treinamento mais holístico.

 

Disponível em versões de aplicativos móveis e web, plataformas populares como Trainerize e My PT Hub permitem que os treinadores consultem bibliotecas de exercícios para prescrever exercícios personalizados para clientes, compartilhar planos de refeições e informações nutricionais, criar desafios individuais e em grupo e se comunicar diretamente com os clientes.

 

Além disso, ao se integrar a vários aplicativos de terceiros, como Apple Health, Fitbit, Google Fit e outros, Trainerize e My PT Hub, geram um ecossistema completo de dados de condicionamento físico para uma visão mais ampla dos resultados e do progresso.

 

“Meu PT Hub permite que os treinadores tenham uma visão geral das realizações de seus clientes”, destaca Hugh Hanley, o CIO da empresa.

 

O valor reside não apenas em compilar as informações em um local, mas também na experiência da avaliação completa do instrutor e nas recomendações pessoais.

 

“Embora muitos aplicativos e rastreadores de condicionamento físico sejam totalmente autoguiados, o Trainerize capacita os treinadores a interpretar e analisar todos os dados juntos, o que dá aos clientes uma maior compreensão de seus resultados e leva a ajustes informados e etapas de ação para superar contratempos e impulsionar o progresso contínuo”, observa Farhad Gulamhusein, o vice-presidente de simplificação da implementação.

 

Vantagens de agregação

 

Como uma ferramenta poderosa para gerenciar o que facilmente poderia se tornar uma sobrecarga de dados, a Matrix Fitness e a Precor Inc. desenvolveram plataformas que consolidam os dados dos clientes de dentro e de fora da academia a partir de vários rastreadores e aplicativos de fitness.

 

A rede de rastreamento de exercícios da Matrix e o Preva Mobile da Precor – ambos com marcas personalizadas – integram-se com produtos diversos, incluindo Garmin, Polar, Fitbit, Myzone e outros.

 

Estreando em novembro de 2020, o Preva Mobile é uma vitória para os praticantes de exercícios físicos:

 

“A agregação dessas informações oferece aos usuários uma imagem mais completa de suas atividades e desempenho e os ajuda a permanecer no caminho certo para atingir seus objetivos”, afirma Christopher “Skip” Wilson, líder de marca e de comunicações da Precor.

 

Os praticantes de exercícios também podem acessar os treinos sob demanda. A Workouts Tracking Network fornece conteúdo da Les Mills e do Matrix Personal Training Portal, e o Preva Mobile abriga as próprias sessões das academias, bem como treinamento funcional do Advagym.

 

“Esta é uma ótima maneira de envolver os clientes e trazer a academia até eles, onde quer que estejam”, observa Matt McConley, gerente global de produtos digitais da Johnson Health Tech Co. Ltd., empresa controladora da Matrix.

 

Wilson destaca que o Preva Mobile melhora o monitoramento individual da saúde, prática que ganhou força durante a pandemia global.

 

Além disso, agregar dados de condicionamento físico, em última análise, pode ajudar as academias a melhorarem seus sistemas de saúde. A Workout Tracking Network se integrou a um terceiro que fornece dados de treino para seguradoras de saúde dos EUA para oferecer prêmios mais baixos e descontos em equipamentos para pessoas que se exercitam.

 

De acordo com Kooperman, essa tecnologia é crítica para melhorar a saúde globalmente. “Quanto mais monitoramos, motivamos e regulamos nossos clientes, mais perto estamos de quantificar o exercício como medicamento e encorajamos a profissão médica a nos levar a sério como uma solução preventiva baseada na recuperação.”

 

Matéria adaptada da revista IHRSA – Club Business International (CBI) – edição de abril de 2021.


Data de publicação: 26 de abril de 2021

Assuntos relacionados

Compartilhe esse artigo:

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa Newsletter para ficar por dentro dos conteúdos da Tecnofit.

Rua General Mário Tourinho, 1746 - 12° andar
Bairro Seminário - CEP: 80740-000 - Curitiba - PR
Tecnofit Tecnologia e Sistemas LTDA - ME | CNPJ: 21.231.459/0001-76

Os usuários são aconselhados a ler atenciosamente nossa política de privacidade.

© Todos os direitos reservados. Agência Polvo