Conheça 6 mulheres que mudaram a história do esporte

Posts

»

Conheça 6 mulheres que mudaram a história do esporte

Hoje é comemorado o Dia Internacional da Mulher e, para celebrar esta data, vamos falar sobre 6 mulheres que mudaram a história do esporte.

 

Seja conquistando medalhas inéditas ou sendo pioneira em suas modalidades, essas mulheres transformaram o jeito como o esporte em questão era encarado.

 

Muitas delas, inclusive, fizeram história em uma época em que as mulheres eram proibidas de praticar esportes. Acredite se quiser, mas essa época existiu! Veja um triste exemplo a seguir:

 

“Art. 54. Às mulheres não se permitirá a prática de desportos incompatíveis com as condições de sua natureza, devendo, para este efeito, o Conselho Nacional de Desportos baixar as necessárias instruções às entidades desportivas do país”

 

Esse é o decreto-lei nº 3.199, de 14 de abril de 1941. Ou seja, menos de 80 anos atrás. Provavelmente, nossas avós vivenciaram esse momento.

 

No entanto, hoje vamos falar sobre mulheres que foram contra esse absurdo, fizeram história em seus respectivos esportes e países, e hoje são lendas mundiais!

 

Maria Lenk

 

Maria Emma Hulga Lenk Zigler nasceu em São Paulo, no dia 15 de janeiro de 1915, e foi a primeira brasileira a conquistar um recorde mundial em natação. É considerada pioneira da natação moderna.

 

A brasileira foi a primeira mulher a usar o nado borboleta em competições oficiais. Em 1942, a atleta optou por sair da natação profissional e se tornou professora de educação física. Mas em 2000, Maria Lenk foi para a Alemanha disputar uma modalidade de natação para atletas de 85 a 90 anos. Ela saiu de lá com 5 medalhas de ouro no peito.

 

Além disso, ela é a única nadadora brasileira que está no Hall da Fama de Natação. Infelizmente, Maria Lenk nos deixou em abril de 2007, quando tinha 92 anos.

 

Maria Teresa de Filippis

 

Nascida na cidade de Nápoles, na Itália, em 11 de novembro de 1926, em 1958 foi a primeira pilota da história da Fórmula 1, dirigindo um Maserati 250F.

 

Aos 22 anos, Maria Teresa era o destaque no campeonato italiano de velocidade. Disputou cinco Grandes Prêmios e terminou sua carreira na F1 em 1959, alcançando o 10° lugar.

 

Em 1979, Maria Teresa de Filippis se juntou ao Clube Internacional de Ex-Pilotos de Fórmula 1 e foi vice-presidente do mesmo em 1997, quando também presidiu o clube da Maserati. A corredora italiana faleceu em 2016, aos 89 anos de idade.

 

Hortência

 

Hortência de Fátima Marcaria é uma das melhores jogadoras de basquete do mundo. Com apenas 16 anos, a paulista de Potirendaba já estava na seleção brasileira!

 

Ficou mundialmente famosa por marcar 124 pontos em uma única partida, além de ser a jogadora com maior pontuação na seleção brasileira, possuindo 3.160 pontos em partidas oficiais.

 

Com a camisa amarelinha, Hortência conquistou medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de Havana (1991), foi campeã mundial na Austrália (1994) e três vezes campeã Sul-americana (78, 86 e 89). Em sua lista de troféus, tem títulos como jogadora e também como treinadora.

 

Danica Patrick

 

Danica Sue Patrick nasceu em Illinois, EUA, no ano de 1982, é uma pilota muito importante para a NASCAR. Em 2015, tornou-se a segunda mulher a conquistar uma pole position na categoria.

 

A atleta disputou 116 GPs, tem em seu currículo sete pódios, três poles positions e as duas voltas mais rápidas em um campeonato. Foi a primeira mulher a vencer uma corrida no Indy Japan em 2008, e também foi a primeira mulher a subir no pódio nas 500 Milhas de Indianápolis.

 

Aos 38 anos de idade, a norte-americana continua na ativa até os dias de hoje. Atualmente, Danica Patrick compete na Sprint Cup pela Stewart-Haas com o carro #10.

 

Serena Williams

 

Serena Jameka Williams nasceu em Saginaw, no estado do Michigan (EUA), em 26 de setembro de 1981 e é considerada uma das maiores atletas de todos os tempos.

 

A tenista norte-americana é dona de 4 ouros olímpicos e mais de 20 troféus em grand slams. Além disso, já foi eleita a melhor tenista do mundo em 6 oportunidades. Serena Williams foi mãe em 2018, mas já está de volta à ativa.

 

Terezinha Guilhermina

 

Terezinha Aparecida Guilhermina nasceu em Betim (MG), no dia 3 de outubro de 1978 e é uma velocista, especializada nas corridas de 100 metros rasos, 200 metros rasos e 400 metros rasos.

 

A paratleta nasceu com retinose pigmentar, uma doença congênita que provoca perda gradual da visão. Compete no atletismo e no salto em distância, sendo a segunda melhor do mundo na categoria.

 

Conquistou seu primeiro ouro nos 200 metros em Pequim 2008. Em Londres 2012, venceu as provas dos 100 e 200 metros rasos, colocando-a entre as maiores vencedoras do país no esporte paralímpico. Em 2006, foi eleita Atleta Paralímpica do Ano, pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB).

 

Uau, que histórias inspiradoras, não é mesmo? Que essas mulheres sirvam de exemplo para todas as gestoras do mundo fitness, que buscam levar seus negócios à excelência!

 

Artigo produzido e revisado por: Christian Aguilera, Analista de Conteúdo na Tecnofit.


Data de publicação: 8 de março de 2021

Assuntos relacionados

Compartilhe esse artigo:

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa Newsletter para ficar por dentro dos conteúdos da Tecnofit.

Rua General Mário Tourinho, 1746 - 12° andar
Bairro Seminário - CEP: 80740-000 - Curitiba - PR
Tecnofit Tecnologia e Sistemas LTDA - ME | CNPJ: 21.231.459/0001-76

Os usuários são aconselhados a ler atenciosamente nossa política de privacidade.

© Todos os direitos reservados. Agência Polvo